Acervo Tridimensional - Núcleo de Ciências Naturais

Coleção: Mineralogia

Quartzo leitoso com cristal Quartzo leitoso , Quartzo leite ou chamado vulgarmente por Diamante de leite é provavelmente a variedade mais comum de quartzo ...

Quartzo leitoso com cristal

MOO.11270

Quartzo leitoso , Quartzo leite ou chamado vulgarmente por Diamante de leite é provavelmente a variedade mais comum de quartzo e pode ser encontrada quase em qualquer lugar. A cor branca é causada por inclusões de bolhas minúsculas de gás e/ou água. Brilho gorduroso. Caracterizado pela sua aparência leitosa.

Quartzo hialino O quartzo é o mais abundante mineral da Terra. Alguns autores consideram mais abundantes os feldspatos, mas estes constituem um ...

Quartzo hialino

MOO.11340

O quartzo é o mais abundante mineral da Terra. Alguns autores consideram mais abundantes os feldspatos, mas estes constituem um grupo, formado de várias espécies, não uma espécie só. Possui estrutura cristalina trigonal composta por tetraedros de sílica (dióxido de silício, SiO2), pertencendo à subclasse dos tectossilicatos. O seu hábito cristalino é um prisma de seis lados que termina em pirâmides de seis lados, embora frequentemente distorcidas e ainda colunar, em agrupamentos paralelos, em formas maciças (compacta, fibrosa, granular, criptocristalina), maclas com diversos pseudomorfos. Possui dureza

Osso de animal fossilizada Os fósseis (palavra deriva do termo latino fossilis que significa "desenterrado" ou "extraído da terra") são restos de seres vivos ...

Osso de animal fossilizada

MOO.11371

Os fósseis (palavra deriva do termo latino fossilis que significa "desenterrado" ou "extraído da terra") são restos de seres vivos ou evidências de suas atividades biológicas preservados em diversos materiais.1 Essa preservação ocorre principalmente em rochas, mas pode ocorrer também em materiais como sedimentos, gelo, piche, resinas, solos e cavernas e os exemplos mais citados são ossos e caules fossilizados, conchas, ovos e pegadas.

Mica moscovita A moscovita, moscovite ou muscovita é um mineral do grupo dos filossilicato (micas), com fórmula molecular : KAl2(Si3Al)O10(OH,F)2. A ...

Mica moscovita

MOO.11672

A moscovita, moscovite ou muscovita é um mineral do grupo dos filossilicato (micas), com fórmula molecular : KAl2(Si3Al)O10(OH,F)2. A moscovite caracteriza-se pela clivagem basal bem marcada e distingue-se da biotite em amostra de mão por ser incolor. De acordo com as impurezas presentes, a moscovite pode ser incolor (mais comum), castanho claro, salmão ou rosa. É um mineral muito comum nos granitos. Aparecem no filme Viagem ao Centro da Terra, onde se caracteriza a sensibilidade desse mineral. Ela também é conhecida por ser muito fina e qualquer mudança de peso sobre ela pode causar rachaduras e até quebrar. Utilizada em estudo para engenharia civil e outras,tal como outros minerais e bastante sensível ao choque e peso. Mica Moscovita é o substrato mais comum usado na preparação de substrato para amostras em microscópio de força atômica. Alguns tipos de pasta de dente incluem mica branca beneficiada. Ela atua como um abrasivo suave para ajudar no polimento da superfície do dente, e também adicionar uma cintilação brilhante cosmeticamente agradável a pasta.

Turmalina Schorl A turmalina apresenta uma grande variedade de cores. Geralmente as ricas em ferro vão desde o preto ou preto-azulado ao ...

Turmalina Schorl

MOO.11683

A turmalina apresenta uma grande variedade de cores. Geralmente as ricas em ferro vão desde o preto ou preto-azulado ao castanho escuro; aquelas ricas em magnésio são castanhas a amarelas e as turmalinas ricas em lítio apresentam-se praticamente em todas as cores do arco-íris, azul, verde, vermelho, amarelo ou cor-de-rosa etc. Muito raramente são incolores. Os cristais bicoloridos e multicoloridos são relativamente comuns, refletindo variações da composição do fluido durante a cristalização. Os cristais podem ser verdes numa extremidade e cor-de-rosa na outra ou verdes no exterior com interior cor-de-rosa (este último tipo é por vezes chamado turmalina melancia). A variedade mais comum de turmalina é a schorl ou schorlita, descrita pela primeira vez por Johannes Mathesius em 1524. Estima-se que possa corresponder a 95% ou mais de toda a turmalina existente na natureza. O significado da palavra schorl é um mistério tratando-se talvez de uma palavra de origem escandinava.

Gema rubelita É chamada de Rubelita a Turmalina que apresenta cor entre o rosa e o vermelho (muitas vezes tendendo ao violáceo). ...

Gema rubelita

MOO.12160

É chamada de Rubelita a Turmalina que apresenta cor entre o rosa e o vermelho (muitas vezes tendendo ao violáceo). As pedras de cores mais vivas e com poucas inclusões, em tons de vermelho forte ou rosa.

Mineral Rosa do vento As rosas do deserto mais comuns são compostas basicamente por gipsita e areia (sulfato de cálcio), mas também existem algumas ...

Mineral Rosa do vento

MOO.12229

As rosas do deserto mais comuns são compostas basicamente por gipsita e areia (sulfato de cálcio), mas também existem algumas compostas por barita e areia. Formaram-se pela deposição em ambientes áridos e quentes devido à evaporação de águas infiltradas, marinhas ou lacustres ricas em sais. Durante o processo de cristalização, estes incorporam inúmeros grãos de areia, o que dá à rocha o seu aspeto particular, semelhante a flores, com "pétalas" com bordos afiados.

Aragonita A aragonita ou aragonite (português de Portugal), assim como a calcita e a vaterita, é uma das formas cristalinas do ...

Aragonita

MOO.12242

A aragonita ou aragonite (português de Portugal), assim como a calcita e a vaterita, é uma das formas cristalinas do carbonato de cálcio, que cristaliza no sistema ortorrómbico, sendo muito menos estável e mais solúvel em água que a calcita. Forma geralmente agregados fibrosos com gipsita e minerais de ferro. Brilho vítreo, sem a excelente clivagem da calcita, fratura conchoidal. Forma maclas cíclicas, com a aparência de cristais hexagonais.

Gema Olho de tigre Olho de tigre é uma gema que exibe acatassolamento apresentando normalmente cor amarela a vermelho-marrom, com um lustre sedoso. Trata-se ...

Gema Olho de tigre

MOO.12163

Olho de tigre é uma gema que exibe acatassolamento apresentando normalmente cor amarela a vermelho-marrom, com um lustre sedoso. Trata-se de crocidolita silicificada, um clássico exemplo de pseudomorfismo. Uma variedade de não totalmente silicificada é chamada olho de falcão. Um membro do grupo do quartzo, suas propriedades físicas e visuais são idênticas ou muito próximas às propriedades de um cristal simples de quartzo.

Gema rodonita Rodonita e rodocrosita são duas gemas que se assemelham em diversos aspectos, não apenas no nome. Em grego, rhodon significa rosa, ...

Gema rodonita

MOO.12169

Rodonita e rodocrosita são duas gemas que se assemelham em diversos aspectos, não apenas no nome. Em grego, rhodon significa rosa, daí o nome da rodonita, que tem uma cor rosa-avermelhada, semelhante à da carne vermelha. Rodocrosita é um nome formado pelo mesmo prefixo grego, mais o sufixo khrosis, também grego, que significa colorido. Sua cor geralmente é um rosa mais claro que o da rodonita. Esse mesmo prefixo aparece ainda nos nomes de outras gemas, como a rodizita (também chamada de rodozita) e a rodolita (uma variedade da granada). Na rodizita, porém, a cor rosa não aparece no mineral e sim na chama do maçarico quando sobre ele incide.

Gema turquesa Turquesa é uma gema geralmente entre a cor ciano e o verde, gerando a cor homônima. As variedades mais caras ...

Gema turquesa

MOO.12177

Turquesa é uma gema geralmente entre a cor ciano e o verde, gerando a cor homônima. As variedades mais caras são a "robin's egg blue," (cor azul do céu). As inferiores são esverdeadas. A turquesa que se desvanece na cor é também inferior. A turquesa é um fosfato de alumínio com pequenas quantidades de cobre e ferro. A gema é apenas ligeiramente mais dura do que o vidro.A turquesa, juntamente com o coral, é usada extensivamente em joalheria no Tibete e na Mongólia. A turquesa é encontrada na China e retirada das minas para venda a outros países, mas não é usada em joalheria. Algumas esculturas são feitas da mesma maneira que esculturas com jade.

Gema malaquita Malaquita pedras são de cor verde-escuro com uma base de luz verde e verde escuro círculos concêntricos. Quanto maior o ...

Gema malaquita

MOO.12181

Malaquita pedras são de cor verde-escuro com uma base de luz verde e verde escuro círculos concêntricos. Quanto maior o contraste, de fato, entre o fundo verde pálido eo verde rico, bandas quase preto, as propriedades maiores são a cura de cristal de malaquita. Essa pedra é facilmente encontrado na Rússia, Romênia, Zâmbia e do Oriente Médio.

Gema Hematita Hematite ou hematita é um mineral de fórmula química óxido de ferro III, (Fe2O3), um dos diversos óxidos de ferro. O ...

Gema Hematita

MOO.12203

Hematite ou hematita é um mineral de fórmula química óxido de ferro III, (Fe2O3), um dos diversos óxidos de ferro. O mineral contém, às vezes, pequenas quantidades de titânio. Pode ser usada como gema (variedade especularita) e quando recebe lapidação facetada é frequentemente chamada de diamante-negro. É um mineral muito comum, preto a cinza, marrom a marrom avermelhado ou vermelho.As variedades são: "bloodstone", ferro rosa, minério do Kidney, martita (pseudomorfose por oxidação da Magnetita), minério da pintura, especularita (hematita com brilho especular), hematita irisada e titano-hematita. Os depósitos de hematita cinzenta são encontrados tipicamente nos lugares onde houve água parada ou fontes de água mineral quente, tais como aqueles em Yellowstone (EUA). O mineral pode ser encontrado fora da água ou no fundo de um lago ou outro lugar com água parada. No entanto, hematita pode também formar-se em ausência de água, como resultado da atividade vulcânica. É o principal minério de ferro (70% Fe), sendo usado também como pigmento, material para polimento e como gema.

Galena Galena é um mineral composto de sulfeto de chumbo(II), e o mais importante dos minérios do chumbo e praticamente o ...

Galena

MOO.12220

Galena é um mineral composto de sulfeto de chumbo(II), e o mais importante dos minérios do chumbo e praticamente o único. Cristaliza no sistema cúbico, quase sempre em octaedros. Tem cor de chumbo, com um brilho metálico intenso e densidade 7,5. É geralmente encontrada em companhia de quartzo, esfalerita e fluorita. Serve para extração também de prata, pois geralmente contém este metal. Fórmula química: PbS. A galena é um semicondutor e foi utilizado na confecção de diodos detectores antes da popularização do uso de dispositívos de germânio ou silício. É bastante conhecida entre os aficionados em eletrônica por propiciar a confecção de um rudimentar receptor de rádio que não utiliza qualquer tipo de fonte de energia externa para funcionar, o rádio de galena.

Riolito Riólito é uma rocha ígnea vulcânica, correspondente extrusiva do granito. É densa e possui uma granulação fina. Também é chamado ...

Riolito

MOO.12231

Riólito é uma rocha ígnea vulcânica, correspondente extrusiva do granito. É densa e possui uma granulação fina. Também é chamado de quartzo-pórfiro. A sua composição mineral inclui geralmente quartzo, feldspatos alcalino e plagioclases. os minerais acessórios mais comuns são a biotite e quartzo. Sua cor é cinza avermelhada, rosada, podendo ser até preta. A sua textura varia de afanítica a porfirítica, possuindo em alguns casos um certo arranjo orientado como consequência do movimento da lava. Dá-se a este aspecto o nome de textura fluidal. Os fenocristais são normalmente de quartzo e feldspatos. Em relação aos basaltos, também rochas extrusivas, possuem uma ocorrência muito menor, não chegando a formar grandes corpos.

Cinábrio Cinábrio, cinabre ou cinabarita (sulfeto de mercúrio (II) (HgS), vermelhão nativo) é o nome usado para o sulfeto de mercúrio ...

Cinábrio

MOO.12232

Cinábrio, cinabre ou cinabarita (sulfeto de mercúrio (II) (HgS), vermelhão nativo) é o nome usado para o sulfeto de mercúrio (II) (HgS), o minério de mercúrio comum. O nome vem do grego, usado por Teofrasto e provavelmente foi aplicado a muitas substâncias diferentes.Cinábrio é geralmente encontrado em uma forma massiva, granular ou terrosa, é de cor vermelha viva a cor de tijolo. Entretanto, ocorre ocasionalmente em cristais com um lustre metálico adamantino.

Azurita Azurita é um mineral do grupo dos carbonatos com composição química Cu3(CO3)2(OH)2 (carbonato de cobre hidróxido). Cristaliza no sistema monoclínico, ...

Azurita

MOO.1250

Azurita é um mineral do grupo dos carbonatos com composição química Cu3(CO3)2(OH)2 (carbonato de cobre hidróxido). Cristaliza no sistema monoclínico, apresentando hábito prismático, sendo no entanto mais comum as ocorrências maciças, nodulares e estalactíticas. A azurita é encontrada frequentemente em associação com a malaquita como resultado da alteração e oxidação de minerais de cobre. O nome azurita tem origem na palavra árabe para azul. Desde há muito tempo usada como pigmento mineral azul. Usada também em jóias; os melhores espécimes são apreciados por coleccionadores de minerais.

Sodalita A sodalita é um mineral raro de coloração geralmente azul ou violeta-azulada, amplamente usado como gema e em objetos ornamentais. ...

Sodalita

MOO.12263

A sodalita é um mineral raro de coloração geralmente azul ou violeta-azulada, amplamente usado como gema e em objetos ornamentais. Pode ser também cinza, amarela, verde ou rosa e é frequentemente manchada de branco, o que diminui seu valor. É lapidada em cabuchão ou em forma de contas. Translúcida, muito raramente transparente. Quando azul, assemelha-se ao lápis-lazúli, dele diferindo pela densidade e pela presença de pirita, rara na sodalita. Seu azul é diferente, sendo do tipo azul royal e não ultramarino, como o lápis-lazúli e a lazurita. Distingue-se ainda de minerais semelhantes por seu traço branco. Possui seis direções de clivagem pobre, que se traduzem em fendas incipientes através da pedra. É um mineral relativamente frágil, assim chamado pela presença de sódio em sua composição. Mineralogicamente, é classificada como feldspatoide. . O grupo da sodalita inclui outros três silicatos cúbicos: hauynita, noseana e lazurita.

Lepidolita Lepidolite ou Lepidolita (KLi2Al(Al,Si)3O10(F,OH)2) é um mineral de cor lilás ou rosa-violeta do grupo dos filossilicatos. Faz parte do grupo ...

Lepidolita

MOO.12264

Lepidolite ou Lepidolita (KLi2Al(Al,Si)3O10(F,OH)2) é um mineral de cor lilás ou rosa-violeta do grupo dos filossilicatos. Faz parte do grupo das micas, sendo uma fonte secundária de lítio.[1] Ocorre associado com outros minerais portadores de lítio como espodúmena em corpos pegmatíticos. É uma das principais fontes dos raros metais alcalinos rubídio e césio.[

Ágata A maioria das ágatas ocorre como nódulos em rochas eruptivas, ou antigas lavas, onde preenchem as cavidades produzidas originalmente pela ...

Ágata

MOO.12867

A maioria das ágatas ocorre como nódulos em rochas eruptivas, ou antigas lavas, onde preenchem as cavidades produzidas originalmente pela desagregação do vapor na massa derretida, e então preenchido, completamente ou parcialmente, pela matéria silicosa depositada em camadas regulares em cima das paredes. Tais ágatas, quando cortadas transversalmente, exibem uma sucessão de linhas paralelas, frequentemente de extrema tenuidade, dando uma aparência unida à seção, e por isso tais minerais são conhecidas como ágata unida e ágata listrada.